44.3525.1120 / 44.9720.2531 (TIM)

HOME >
 Como Montar uma empresa de Cobrança
Como Montar uma empresa de Cobrança
Em tempos de crise econômica gera um endividamento maior da população, é então um bom momento para o investimento em empresa de cobrança. Você que esta em busca de uma oportunidade de negocio de baixo investimento e com poucos recursos de pessoal, é isso mesmo, uma empresa de cobrança pode ser iniciada com uma ou duas pessoas apenas, cada uma com um computador, uma mesa em uma sala comercial pequena (aluguel baixo).
O que faz uma empresa de cobrança?
É uma empresa que presta serviços para outras empresas, recebendo ou renegociando dividas. Um escritório de cobrança pode atual em cobranças judiciais (necessita de um advogado) ou extrajudicial (não precisa de um advogado). Tipos de cobranças:

- Cobrança Extrajudicial: serviço de cobrança prestado no escritório da empresa de cobrança, atendendo pessoalmente os inadimplentes (devedores), ou ligando para eles.
- Cobrança Especial Compartilhada: serviço de cobrança prestado no ambiente da empresa contratante, neste caso é necessário deslocar um funcionário ate empresa contratada, onde será feita o contato com os devedores (por fone ou pessoalmente)
- Cobrança Judicial: serviço prestado, no escritório de cobrança, para tanto é necessário a contratação de um advogado.
Para quem esta começando no ramo de cobrança é recomendado fazer cobranças extrajudiciais.
Localização de uma empresa de cobrança
Como a maioria das cobranças é feitas por telefone, a localização não é um fator muito importante, uma sala em um centro comercial que não precisa ser grande e com baixo custo de aluguel poderá atender com satisfação.
Exigências legais
É importante procurar um contador que irá auxiliar na abertura da empresa. Abaixo estão alguns passos a serem seguidos:

-Registrar a empresa na junta comercial
-Secretaria da Receita Federal (CNPJ) - é possível optar pelo SIMPLES
-Secretaria Estadual da Fazenda
- Prefeitura do município (Alvará)
Uma ótima opção para empresas pequenas é optar pelo regime denominado MEI (micro empresa individual), contanto que a receita anual não ultrapassar R$ 60.000,00. Os impostos serão bem menores e o processo burocrático muito mais simples.
Estrutura
Para quem esta iniciando e possui poucos recursos, uma sala comercial com uns 30m2, será o suficiente para duas pessoas trabalharem, abaixo detalhamos os equipamentos necessários, considerando que serão apenas duas pessoas:

- 02 escrivaninhas
- 04 cadeiras
- 02 computadores
- 01 impressora
- 01 armário para arquivo
- Software específico para cobrança
- 02 telefones
Custos
-Salários e encargos: aproximadamente R$ 1.800,00
-Aluguel, taxa de condomínio: R$ 1.000,00;
-Água, luz, telefone e acesso a internet: R$ 500,00;
-Manutenção de software: R$ 100,00;
-Produtos para higiene e limpeza da empresa e funcionários: R$ 100,00;
-Impostos: R$ 500,00
Os valores acima podem varias conforme a região no país
Divulgação
Pode ser feita em TV, rádios e jornais, entretanto estes meios de comunicações tem um custo elevado, para quem não dispõe de recursos, a internet pode ser um meio eficaz e barato, através de redes sociais, um outra forma de divulgação é a visita à empresas (postos de combustíveis, lojas de confecção e sapato, faculdades, etc).
Automação
É um item fundamental em uma empresa de cobrança, pois é através do software de cobrança que serão cadastrados os inadimplentes (devedores), as dívidas, todos os registros de ligações e contatos feitos com os inadimplentes, bem como relatórios de valores recebidos e repassados para os clientes
Características
O empreendedor que pretende iniciar um escritório de cobrança, deve ter algumas características básicas, tais como:

- Conhecimento específico sobre cobrança de inadimplentes e suas diversas formas legais permitidas e aceitas pelos órgãos protetores do consumidor.
- Habilidade para negociar, já que a negociação é o principal ponto de sucesso de um escritório de cobrança;
- Ter habilidade no tratamento com pessoas: clientes, funcionários e inadimplentes.
Fazendo contato com clientes
Após a abertura da empresa é o momento de ir em busca de clientes, inicie visitando as empresas próximas, levando folders e cartão de visita, apresente as vantagens de se terceirizar as dividas.

Vantagens:

- Pessoas especializadas no processo de cobrança.
- Redução de custo para o empresário, pois não precisará destinar um funcionário para fazer as cobranças.
- O empresário terá mais tempo para se dedicar ao seu próprio negocio.

Conforme for conseguindo clientes é necessário um contrato de prestação de serviço, onde serão estabelecidos os direitos e deveres das partes. Feito o contrato o cliente irá repassar as dividas, as quais serão cadastradas no software próprio.
A comissão da empresa de cobrança
Este item é muito importante, pois um acordo mal feito pode inviabilizar a empresa de cobrança.
Ao negociar com seu cliente você vai definir a sua comissão, ou seja: quanto você vai ganhar para fazer o serviço de cobrança, então procure fazer um acordo que seja bom para você, e em segundo lugar, que seja bom para o seu cliente. O ideal em um acordo é que você fique com uma parte do principal (valor principal da divida), e também com todo juro e multa cobrada, abaixo esta um exemplo:
1 exemplo
Uma divida vencida no inicio do ano (01/01/2016), no valor de 100,00 reais (valor principal), com os cálculos de juros e multa essa divida, para pagamento no mês de junho, passara a ser de: 135,00 reais (30 reais de juros e 5 reais de multa), vamos considerar que no seu acordo com o cliente, você deverá repassar 80% do valor principal, logo o valor a ser repassado será de 80 reais, e a sua comissão 35 reais.
2 exemplo
Agora vamos demonstrar um exemplo de acordo ruim para a empresa de cobrança: Vamos supor que no acordo, a empresa de cobrança devera repassar o valor principal da divida, e metade (50%) dos juros e multa, vamos considerar os mesmos valores do exemplo 1, logo o vencimento da divida foi em 01/01/2016, e o valor de 100 reais (valor do principal), considerando o pagamento no mês de junho, esse valor (100 reais), será acrescido de 30 reais referente a juros e 5 reais de multa, logo o total para pagamento em julho será de 135 reais. O valor que a cobradora deverá repassar para o cliente (lojista) será de 100 reais do principal, mais 15 reais dos juros e mais 2,50 da multa, totalizando 117,50, sobrando para a empresa de cobrança 17,50 reais.

Quando a cobradora fica com todo juro e multa cobrado, ela tem autonomia para diminuir os juros e multa, conforme a necessidade, o que não acontece no exemplo 2.
Nossa empresa dispõe de um software para gestão de empresas de cobrança, no nosso site (www.antaresassessoria.com.br) você pode baixar uma demonstração funcional de nosso programa e poderá testar todas as funcionalidades, caso tenha alguma dúvida entre em contato conosco no fone (44) 3525-1120